A Retul e o Bike Fit 3D Dinâmico.

a retul e o bike fit dinamico

Nas últimas décadas a indústria de bicicletas investiu alto em tecnologias que permitem um melhor desempenho e melhor performance dos ciclistas em geral, desde ciclistas urbanos a atletas de alta performance.

Atualmente é possível adquirir equipamentos confeccionados em Fibra de Carbono, Freios Hidráulicos, Suspensões a ar e “inteligentes” (que se ajustam ao terreno automaticamente), sistema de troca de marchas eletrônicos, medidores de potência, ciclo computadores interligados a GPS e por aí vai…

O fato desses equipamentos terem se tornado comuns no mercado permitiu que pessoas comuns do dia-a-dia façam um uso mais eficiente das bicicletas, seja percorrendo maiores distancias ou imprimindo uma maior velocidade média ou os dois juntos.

Dentro dessa evolução tecnológica, muitos ciclistas observam que tão importante quanto ter um bom equipamento, é ter a certeza que a bicicleta está literalmente “ajustada”, “vestida” ao seu corpo de modo a proporcionar o melhor conforto na Bike, evitando dores e lesões. Outro ponto importante é se certificar que a energia aplicada pelo ciclista está sendo convertida em deslocamento, sem desperdício de força e economizando o movimento.

No mundo todo atletas começam a modificar os ajustes, distancias e comprimentos das suas Bikes em buscas da tríade: “conforto, força e eficiência. ” No início essas modificações eram feitas de maneira empírica por meio da tentativa e erro, pautados na percepção e sensibilidade do atleta. Não demorou muito para que os grandes centros de pesquisa esportiva iniciassem seus trabalhos de estudo na análise do movimento do ciclista. Foram muitos protocolos sugeridos por meio dessas pesquisas para ajustar os ciclistas na Bike.

Quando o assunto é Bike Fit vários centros passaram a se destacar ao redor do mundo: Instituto Serotta International Cycling Institute (SICI), Slowtwitch, Bike Fit, BikeFitting, Guru, Retul, entre outros.

revista triangulo esporte 002

CLIQUE NA IMAGEM e acesse a matéria publicada na REVISTA TRIÂNGULO ESPORTE nº002

Um dos grandes responsáveis pela familiarização do Bike Fit com certeza foi o Dr. Andy Pruitt, junto ao “Boulder Center for Sports Medicine”. Esse conhecimento produzido foi incorporado pela fabricante Specialized e comercializado em suas autorizadas como Body Geometric Fit.

Até então as avaliações eram realizadas de maneira estática. As pesquisas então direcionam para a análise em movimento por meio de filmagens. Mas mesmo estando em movimento, no momento da analise o vídeo era pausado para avaliar a posição do ciclista.

Foi então que um atleta e apaixonado por bicicletas, Mestre pela Universidade do Colorado em Boulder, despertou seu interesse pela avaliação do movimento de maneira dinâmica. Dentro da faculdade e mestrado, desenvolveu pesquisas de Ajuste de Posicionamento no laboratório de ciência do exercício aplicada, trabalhou com a Specialized para co-desenvolver a Specialized BG Fit School, antes de passar a ensinar Bike Fit no Instituto Internacional de Ciclismo Serotta (SICI). Como especialista em captura de movimento 3-D, Todd juntou-se com Cliff Simms & Franko Vatterott para lançar Retül em 2007.

A Retül passa então a produzir uma tecnologia de captura de movimento projetado especificamente para o ciclismo, que nas mãos corretas, passa a ser uma ferramenta poderosa para os Bike Fitters.

A Retul é responsável pelo Bike Fit de grandes atletas e grandes equipes ao redor do mundo. Team Sky, Colombia Cycling, British Cycling, USA Triathlon, Orica-Green EDGE, MTN-Qhubeka, Radio Shack, Garmin, Lance Armstrong, Craig Alexander, Anndy Schleck, Craig Alexander entre outros.

O grande diferencial dessa tecnologia é a avaliação em tempo real da dinâmica do posicionamento do ciclista da Bike e de maneira tridimensional. Dessa forma a Bike literalmente se veste ao corpo do atleta.

Um dos maiores erros é tentar ajustar o corpo do ciclista a Bike. O Bike Fit nada mais é que o ajuste da Bike ao corpo do ciclista, respeitando suas particularidades. Caso o ciclista apresente alguma assimetria antropométrica, fisiológica/funcional o mesmo deve ser encaminhado a um especialista para tratamento, sendo futuramente reposicionado na Bike.
Como qualquer conhecimento produzido a tendência é que essa ciência caia no senso comum. Atualmente o sistema 3D Retul começa a ser comercializado como ferramenta para bike fit dentro do método de outras escolas de Bike Fit, sendo que em algumas delas, o sistema opera em modo Wizard, permitindo que qualquer profissional realize o Bike Fit sem qualquer conhecimento especifico. Como se fosse um aplicativo de smartphone.

Profissionais formados pela Retul University devem seguir alguns quesitos, sendo o primeiro deles ser Profissional da Área da Saúde, Participar de seus cursos de educação continuada e anualmente se submeter a uma avaliação para poder continuar ou não representando a marca.

Hoje no Brasil temos 20 profissionais devidamente certificados, credenciados e registrados para atuar como Bike Fitter da Retul University. Desse total, 19 estão localizados nas capitais de 9 estados brasileiros e apenas um está localizado no interior, colocando Uberlândia no circuito dos grandes centros de Ciência e Tecnologia quando o assunto se refere a Bicicleta.

O Estúdio ecmbf – Estúdio Carlos Menezes de Bike Fit possui, Registro Profissional como Bike Fitter, Profissional da área de saúde, 6 anos de experiência, mais de 4000 fits realizados, 3 certificações internacionais e duas nacionais, clientes em mais de 10 estados brasileiros, Fitter oficial da Delpuech Coaching Team/Assunção/Paraguai, Colunista da Revista Bicicleta, Colunista da Revista Triangulo Esporte, Responsável pelo Fit de atletas como: Silvio Amorim, Cesar Moura, Guilherme Saad, Frederico Nascimento, Moisés Lourenço, Fernando Assuncao, Dirceu Castro entre outros.

A mesma ciência disponível para os grandes atletas do mundo disponível para todos os amantes da bike